Palavra do Presidente

Meus amigos, acho que manifestações são legítimas. As pessoas tomam as ruas não apenas para cobrar a redução do aumento da passagem do transporte público, mas para reivindicar uma série de direitos que estão sendo lesados durante anos, mas, temos de compreender que os problemas sociais do Brasil se arrastam de outras épocas.Temos de aprender com os movimentos sociais. Vejo que o movimento, quando preserva o patrimônio público, é importante e a população tem quer participar, expor as ideias e reivindicar os direitos. De uma manifestação como esta, a gente tem de tirar lições para melhorar a atuação dos órgãos públicos e as políticas públicas.
Creio que o movimento no Brasil refere-se a questões como a PEC 37, já rejeitada pelo Congresso Nacional, a participação da população, a exigência da transparência pública e aplicação dos recursos públicos. No fundo, a população está cansada da política tradicional e da politicagem. Eles querem outro tipo de relacionamento.
A manifestação perde respeitabilidade quando há depredação de patrimônio público, caso não ocorrido em nossa cidade, mas, quando feita de forma ordeira e pacífica, ela é o sentimento puro do coletivo da sociedade. Acho que a população está exigindo uma nova postura dos seus líderes. Isso deve ser encarado com naturalidade pelos gestores públicos e é preciso uma análise mais profunda do porquê que isto está acontecendo e para aonde queremos ir.
Agora convenhamos, qual a participação da população junto ao seu Legislativo? Pouco. Poucas são as pessoas que comparecem às sessões da Câmara e que, realmente, se interessam pelo andamento de nossos trabalhos. É muito fácil levantar uma bandeira quando todo o país esta neste levante, essa atitude é muito bonita, legítima, própria da democracia que temos o privilégio de viver.
Não é de hoje, sempre que tenho oportunidade, seja através de nosso informativo ou qualquer outro meio de comunicação, convido a população cambuquirense para acompanhar os trabalhos desta Casa Legislativa e quantos comparecem? Poucos. Sempre as mesmas pessoas que todas as terças-feiras, às 19 horas, se acomodam para nos assistir, o que muito nos orgulha.  Já realizamos diversas audiências públicas para colher opiniões da população sobre vários assuntos, a última foi sobre a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), que irá reger o orçamento para o próximo ano. Quantos compareceram? Poucos, mas estes sim realmente preocupados com o futuro da cidade. Vão dizer o quê? Não sabiam? Pois foi divulgado e muito.
Acho que agora sim, é necessário que a população saiba realmente o que quer e que traga suas opiniões, sugestões críticas e se possível nos ajude a solucionar porque jogar a bomba no colo dos outros e virar as costas é muito fácil, qualquer um faz. É isso que tem de ser mudado – a participação do povo! O povo tem de andar de mãos dadas com os governantes, para que sejam sanados os problemas da melhor maneira possível. Claro que sempre haverá os insatisfeitos que nunca concordam com nada, por mais que se faça sempre permaneceram do contra. Mas isso não é novidade, nem Cristo com toda sua onipotência, conseguiu agradar a todos, não seremos nós, simples mortais que conseguiremos tal façanha.
Fomos eleitos pelo povo e estamos aqui na Câmara Municipal para atender o povo de Cambuquira. Mais uma vez convido que compareçam às nossas reuniões que são realizadas às terças-feiras, às 19 horas na sede da Câmara.
Em tempo: No mês de julho estaremos em recesso parlamentar, voltamos às atividades normais no dia 06 de agosto, data da próxima reunião.

Paulo César da Costa – Presidente

Meus amigos cambuquirenses, nesta edição do nosso Informativo, venho muito respeitosamente fazer uma singela homenagem ao meu grande amigo Arnaldo Pereira de Andrade, conhecido popularmente como Sr. Arnaldo da Romaria, que completou 103 anos de vida.O cidadão Arnaldo Pereira de Andrade foi leiteiro, balconista, representante de jornais do Rio de Janeiro e de São Paulo, proprietário de bicicletaria em frente ao Parque das Águas, locador de cavalos para turistas, proprietário do Bar e Restaurante Cambuquira, Diretor da Vila Vicentina, dentre outros. Pai extremoso, com muita dedicação, criou quatro filhos e dois enteados, fazendo com que estes se tornassem pessoas de grande valor.
Prestou inúmeros serviços à nossa cidade, atuante na concretização dos projetos do Estádio e do Campo de Futebol de Cambuquira. Teve grande influência na vinda das queridas religiosas, Irmã Marieta e Irmã Laura e, quando na direção da Vila Vicentina, levou para lá o excelente médico Dr. Francesco Caminada Margortti, o qual prestou preciosos serviços àquela entidade.
Amigo querido de todos, o Sr. Arnaldo é um homem dotado de carisma e de notável fé. Tornou-se romeiro e nos últimos setenta e oito anos vem liderando e participa da romaria a pé ao Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, jamais perdeu a fé em Deus e na vida. Hoje, Sr. Arnaldo é intitulado presidente perpétuo da citada Romaria.
Desta maneira, ele completou cento e três anos plenos de saúde, de alegria e de conquistas, sempre trabalhando para que Cambuquira se tornasse uma cidade mais bonita e mais feliz.
È com grande emoção que tenho a honra de parabenizar um dos mais ilustres cidadãos de nossa terra, Parabéns Sr. Arnaldo!
Paulo César da Costa - Presidente

banner-sic         img_portal_transparencia        tce

Home
Avenida Virgílio de Melo Franco, N° 471 || Cambuquira / Centro - Minas Gerais / Brasil || 37420-000
Mail camara@camaracambuquira.mg.gov.br Phone (35) 3251-1486 // 3251-2323
Fax

(35) 3251-1486 // 3251-2323