Brasao_Cambuquira_-_MGManoel Dias dos Santos Brandão

1955-1956

Manoel Dias dos Santos Brandão
Por Ana Paula Lemes de Souza

Manoel Dias dos Santos Brandão nasceu em 11/06/1905, na cidade do Rio Preto, Minas Gerais. Mudou-se com seus pais para Cambuquira em 1908, quando tinha apenas três anos de idade. Aqui passou sua infância e cursou o primário. Anos mais tarde, mudou-se para Nova Friburgo, no Estado do Rio de Janeiro. Estudou no Colégio Anchieta e, posteriormente, no Ginásio de Santa Rita do Sapucaí. Cursou o superior na Escola de Medicina do Rio de Janeiro, tendo se matriculado em 1923 e concluído em 1928.
Sua volta a Cambuquira se deu em 1929, ocasião em que começou a clinicar, exercendo a medicina geral. Seu maior foco de interesse era na aplicação das águas minerais na cura de doenças, fato esse que marcou intensamente a sua atividade profissional, graças aos sucessos alcançados em seu método.
Além da atividade médica, Dr. Manoel Brandão exerceu várias outras funções de grande importância: foi professor do ensino profissional no Rio de Janeiro (1927 e 1928); Inspetor do Ensino Municipal (de 1929 a 1934); Médico de Higiene Municipal em Cambuquira (1931); Prefeito de Cambuquira (de 1935 a 1937, de 1951 a 1854 e interino de abril a dezembro de 1947); membro fundador da Academia Sul-Mineira de Letras, tendo constituído, durante a sua primeira Diretoria, a função de tesoureiro (1939); além de ter sido o Presidente dessa Egrégia Casa Legislativa, durante o período de 31/01/1955 a 30/01/1956 e, posteriormente, Secretário, durante o período de 30/01/1956 a 31/01/1959.
Durante sua gestão como Prefeito, executou grandes obras de saneamento na cidade, organizou e projetou diversos roteiros em prol do turismo e da saúde, alguns dos quais infelizmente não foram concretizados, em virtude de falta de apoio da administração estadual, de quem Cambuquira dependia.
Trabalhou incansavelmente e apaixonadamente pela cidade que, mesmo não sendo nela nascido, era o seu verdadeiro lar. E o amor era recíproco, tanto é que recebeu de presente dos cambuquirenses um terreno na Av. João de Brito Pimenta, onde fixou residência, pois até então não tinha nem a sua casa própria e vivia em uma casa de propriedade do Estado.
Assim como seu pai, Dr. Thomé Dias dos Santos Brandão, também foi grande poeta e escritor, tendo produzido diversos livros e monografias. Publicou os seguintes trabalhos: "Cambuquira e seu Clima" (1931); "Termoclimatismo Social" (1935); "Cambuquira – Estância Hidromineral e Climática", em colaboração com seu pai, Thomé Brandão (1958); "Reumatismo e Clima" (1960); "Folhas de Outono" (poesias – 1981); "Genealogia da Família Brandão" (1983). Com seu brilhantismo e sensibilidade de escritor, muito engrandeceu Cambuquira e nossas águas.
Tanto como Prefeito quanto como Vereador, lutou, infatigável, pela recuperação e proteção das fontes do Parque das Águas de Cambuquira, que, captadas em 1896, necessitavam de recaptação. Dedicou a nossa cidade todos os esforços de sua vida, nunca visando aos próprios interesses, mas ao bem-estar e a saúde geral de seu povo, sendo um fidedigno representante dos mandamentos hipocráticos. Tudo que fez, fez por afeição, principalmente, por amor ao homem e pela terrinha querida que o adotou.
Aqui clinicou até 1972, quando se aposentou por motivo de saúde. Faleceu no Hospital Geral de Cambuquira, em 15/08/1994, tirando um tanto de brilho e beleza de nossa cidade, aquele que foi um de seus maiores filhos.

banner-sic         img_portal_transparencia        tce

Home
Avenida Virgílio de Melo Franco, N° 471 || Cambuquira / Centro - Minas Gerais / Brasil || 37420-000
Mail camara@camaracambuquira.mg.gov.br Phone (35) 3251-1486 // 3251-2323
Fax

(35) 3251-1486 // 3251-2323